Cultivar preferências (em lugar de apegos) não perturba nem instiga a mente – pois elas não buscam metas que o intranqüilizam. Com preferências, você simplesmente se deixa fluir no momento.