Humildade: é a virtude que devemos obter do nosso eu superior que nos anima. Nesse caso, devemos ter consciência de que todas as qualidades boas e verdadeiras Lhe pertencem, que nosso ser é mero instrumento de revelação,, um aparelho destinado a projetar a divindade, mas que em si mesmo não passa de uma concha vazia. Você terá de reconhecer em si mesma a divindade que se abre a tudo – o ser eterno , entregando-se humildemente a Ele.