Vaidade das vaidades, tudo é vaidade...O que foi, será; o que se fez, se tornará a fazer: nada há de novo debaixo do sol! ( ecl 1,9)